Comunicados de Imprensa

04-12-2017 16:12

Estudantes participaram em Bootcamp para promover Turismo Alentejano


Lisboa, 27 de outubro de 2017 – No âmbito da 3ª edição do Tourism Train Experience, a Universidade Europeia e o Turismo de Portugal selecionaram 27 projetos para melhorar a atratividade turística do Alentejo, que já foram avaliados e acelerados em colaboração com a Fábrica de Startups. A fase de bootcamp decorreu de 24 a 26 de novembro no campus da Lispolis da Universidade Europeia.


O Tourism Train Experiences é uma iniciativa da Escola de Turismo e Hospitalidade da Universidade Europeia, cujo objetivo é reinventar o turismo ferroviário e as regiões de Turismo portuguesas com potencial de crescimento através de projetos de empreendedorismo e inovação concebidos por estudantes universitários.


Nesta edição dedicada ao Alentejo, responderam ao desafio 442 estudantes de Turismo e Gestão Hoteleira da Universidade Europeia, da Universidade de Évora, da Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre, do Instituto Politécnico de Setúbal, da Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal, num total de 88 projetos submetidos.


Cultura, autenticidade, novas rotas, novos mercados, novas experiências e novas formas de promoção alimentaram os projetos submetidos que pretendiam responder aos desafios colocados pelas entidades parceiras.


Uma comissão científica composta por membros da academia, das empresas e do setor selecionaram 28 projetos para melhorar a atratividade turística do Alentejo. Os 95 estudantes que continuam em concurso contaram com o apoio da Fábrica de Startups para melhorar as suas ideias.


Os projetos selecionados vão ser apresentados às diferentes entidades regionais durante uma viagem de comboio pela linha do Alentejo (Lisboa, Vila Viçosa, Évora, Alvito, Cuba, Albustrel, Beja e Vendas Novas) que decorrerá de 14 a 16 de dezembro.

Informação sobre os desafios colocados pelas entidades parceiras da 3ª Edição do Tourism Train Experience:
• A ERT- Alentejo propôs perceber como se podem ativar linhas ferroviárias, como co-criar novas experiencias turísticas;
• A Câmara Municipal de Évora sugeriu explorar experiências multissensoriais, ou fatos históricos como o 25 de abril, bem como produtos inclusivos;
• Federação das Confrarias Gastronómicas propôs o desenvolvimento de rotas gastronómicas com um forte teor cultural;
• A CP comboios de Portugal propôs estudar a viabilidade da eletrificação da linha e rotas turísticas;
• A Câmara Municipal de Vila Viçosa propôs potenciar a Vila Viçosa como vila museu e património da Unesco e/ou a valorização do mármore como fator de atração
• Rotas de Portugal propôs um enfoque no mercado sénior;
• A Câmara Municipal de Beja, onde azulejos, ecopistas, turismo criativo e animação devem ser enfatizados
• Spira propôs a potenciação de Alvito
• A Câmara Municipal de Alvito que propõe um casamento entre a arte sacra e a gastronomia regional
• A Câmara Municipal de Cuba onde o canto alentejano e turismo literário devem ser potenciados;
• A Câmara Municipal de Mértola onde criatividade caminhadas e cultura surgem associadas ao turismo comunitário;
• Em vendas novas é mais uma vez a gastronomia que sobressai desta vez em estreita colaboração com as restantes regiões do Alentejo.


AGENDA

Conheça os próximos eventos da Universidade Europeia.

VER AGENDA

SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

Facebook Feed