Comunicados de Imprensa

03-10-2018 14:22

Universidade Europeia reúne investigadores internacionais em conferência sobre Economia Comportamental


Lisboa, 25 de setembro de 2018 – A Universidade Europeia promove a conferência “Pillars of Behavioral Economics” no dia 3 de outubro, pelas 9h00, no Auditório do Campus de Carnide, com o objetivo de partilhar insights atuais em Economia Comportamental e quatro dos seus domínios basilares, sendo eles: escolha sob risco, incerteza e ambiguidade; pensamento estratégico; escolha intertemporal; inferência e julgamento.

A Economia Comportamental é uma área relativamente recente, mas em rápida expansão, que conta já com dois Prémios Nobel da Economia: Daniel Kahneman (2002), pela sua prospect theory (em colaboração com Amos Tversky), que incorpora e sistematiza anomalias à teoria económica tradicional na escolha sob risco; e Richard Thaler (2017), pela sua derivação de inúmeras implicações da prospect theory para comportamento económico na sua generalidade.

Dinamizada pela Faculdade de Ciências Empresariais e Sociais da Universidade Europeia, a conferência reúne quatro prestigiados especialistas internacionais e uma audiência de grande prestígio.

Craig Fox, doutorado na Universidade de Stanford pelo Amos Tversky, fará a sua intervenção no comportamento sob risco, incerteza e ambiguidade, área em que aplica uma combinação de métodos, incluindo questionários, experiências de laboratório e de campo, dados de arquivos imagens do cérebro. O especialista aplica o conhecimento da economia comportamental para beneficiar decisões com implicações para a saúde a riqueza.

“Pensamento estratégico” é o tema abordado por Daniel Read, antigo mestrando do Daniel Kahneman na Universidade de British Columbia, e Professor de Ciência Comportamental na Warwick Business School. Trata-se de interações estratégicas entre compradores e vendedores bem como o importante papel da assimetria de informação.

Marc Scholten, Professor na Universidade Europeia e doutorado em Psicologia Económica pela Universidade de Tilburg (Holanda), analisa a escolha intertemporal, avaliando como a preferência temporal governa padrões gerais de comportamentos relacionados com a saúde e a riqueza, regendo também comportamentos mais específicos no domínio financeiro, tal como endividamento.

“Inferência e julgamento” é o tema abordado por Daniel Walters, doutorado pela UCLA Anderson School, e professor assistente de marketing no INSEAD. Aqui o foco é nas inferências sobre informação indisponível no contexto de escolha do consumidor entre produtos, julgamentos sobre oportunidades de investimento, e escolhas intertemporais.

Após as intervenções dos quatro especialistas, a Universidade Europeia dinamiza uma mesa redonda onde serão abordados os quatro pilares da economia comportamental e a sua aplicação prática em diferentes contextos.

AGENDA

Conheça os próximos eventos da Universidade Europeia.

VER AGENDA

SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

Facebook Feed